9 de Julho e os Protestos

Semanas atras comentei que os protestos estavam perdendo forca e que imaginava a continuidade dos movimentos mais amplos na combinacao de um estopim com um palco.  O estopim recente foi o aumento das tarifas de onibus e o palco foi o ensaio para a Copa do Mundo.

Temos agora um feriado tradiconal em Sao Paulo, o 9 de julho.  O feriado e interessante porque cai numa terca feira e assim oferece a possibilidade de enforcar a segunda e dar uma esticada ate a praia ou o sitio.  Tais privelegios sao da classe A e B e da parte tradicional da classe C. 

Do meu ponto de vista, as pessoas protestando eram principalmente pessoas com menos de 35 anos com formacao secundaria ou superior e oriundas principalmente dos estratos medianos e mediano alto da piramide social.  Sao as pessoas que poderiam aproveitar o fim de semana prolongado.

O movimento de 32 e interessante porque era ao mesmo tempo reacionario (queria voltar para tras e restaurir a autonomia e importancia de Sao Paulo diante do Revolucao de 30 que derrubou a politica cafe com leite (SP e MG) e reafirmou as tendencias centralizadoras de poder sempre presentes no Brasil.  Por outro lado, a Revolucao de 32 e tambem chamado de Constuicionalista e teve o efeito fazer o Getulio adotar ou aceitar a Constituicao de 1934.  Ha portanto, um cunho progressista que o Paulistas de hoje gostam de enfatizar.

Os protestos recentes, ou pelo menos, parte do movimento, revindica agora a convocacao de uma assembleia constituinte.  As forcas governamentais por sua vez oferecem um plebiscito ou referendum.  Aqui entramos na dureza da construcao politica e do problema de como aglutinar e articular as forcas politicas de forma institucional e coerente.

Creio que o 9 de julho pode representar um bom momento para novos protestos mas duvido que muita gente vai para a rua e desconfio que falta lideranca politica capaz de representar. 

Todo mundo e contra corrupcao.  E dai?  Falta a estruturar a policia, PF, ou o Ministerio Publico para investigar.  Todo mundo que tranparencia.  E dai?  Cabe a imprensa (fora dos monopolios midiaticos) fazer as coisas transparecer.  Todo mundo quer uma justica que funciona.  Todo mundo quer infra-estrutura adequada, inclusive de transporte  e saude mas os interesses sao muito diversos e as varias correntes concorrem entre si.  Enfim, falta a institucionalizacao do processo politico.  O progresso esta em curso, o “povo” esta marchando e participando mas tem muito trabalho enfadonho pela frente.

 

 

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s