A Luta Continua

No mes de abril de 1964 ja com Castelo Branco instalado como Presidente, as mudancas foram bastante nitidas: Goulart deposto, Brizola em exilio, o Congresso capenga e a expectativa no ar.  Entretanto, Castelo prometia a redemocratizacao e as eleicoes ainda estavam marcadas.  Na medida, que os militares, seus aliados civis e a classe politica foram acomodando, a sociedade civil assistia inicialmente aliviada mas a preocupacao e mal estar seria crescente.  A midia dominante pregava o medo do comunismo e com certeza tinha apoio quase total dos governos estrangeiros, principalmente dos EUA.  Respirava com alivio que o Brasil nao seria Cuba multiplicado por 10 ou 100.

Uma vez instalados, os militares, os tecnocratas e os politicos se justificavam com todo tipo de raciocinio mas no fundo era um golpe conservador apoiado pelos setores conservadores de uma sociedade em transicao.  Vale lembrar que em 1960, o Brasil ainda era um pais ainda rural embora a migracao NE para SE ja era um constante.

Desmobilizada e controlada, o populismo do PTB, Jango e os demais herdeiros do Getulismo deixou de ser uma forca politica.  Os partidos foram extintos e no seu lugar surgiu ARENA e o MDB.  O brutalidade e recrudescimento crescia e atingiu o auge com o AI-5 e os anos de chumbo do Medici.  Mas por baixo, a sociedade estava envergonhada, ate os militares ou pelo menos certos setores tinham descomforto.  Sabiam que nao eram legitimos.  Assim, a permanencia pelo menos do calendario eleitoral foi importante e a oposicao gradativamente foi crescendo e surprendeu tanto nas eleicoes de 1970 e  mais ainda em 74.  A luta foi passando da guerrilha precaria e vencida para o campo politico mais amplo.  Com certeza os atos tressloucados dos guerrilheiros galgavam certa simpatia nao pelo ato em si mas pela resposta brutal e estupida do governo.  Quem queria viver baixo o arbitro dos uniformizados?

Gradativamente, a sociedade civil foi ganhando espaco e gradativamente chegamos a liberacao politica.  Infelizmente, os interesses particulares e os lobbies tomaram conta do processo da Constituinte.  A Constituicao de 1988, melhor do que a dos militares em muitos sentidos e principalmente como protecao formal dos processos democraticos deixou muito a desejar na parte operacional.  A percepcao era que se seu grupo ou interesse nao tinha um capitulo a parte na constituicao entao voce corria risco.  Assim hoje, estamos com um problema onde interesses limitados travam o progresso de ideias e projetos mais amplos.  A coisa precisa ser mais simple a nivel da Carta Magna.

Por erro ou ma sorte, Tancredo morreu e tivemos que aguentar mais 5 anos do regime antigo com Sarney mas finalmente chegou as eleicoes direta em 90 com Collor vs Lula.  O “moderninho” seduziu tanto a elite quanto o povao com um discurso atraente mas sem embasamento real.  Resultado apenas a continuidade da corrupcao a la Sarney e os militares ate que os escandalos tornaram obvios e insustentaveis.  FHC foi eleito com o sucesso do Plano Real e conseguiu sua reeleicao de uma forma um pouco casuistica.  Entretanto entregou a faixa para Lula que bem representou a cara do Brasil para o bem e o mal.  Lula cedeu como tinha que ceder as pressoes do PT e o PT tambem cedeu as pressoes do poder.  Ampliou e apoderou-se do Estado e acabou alastrando a incompetencia, a falta de controle (sob o pretexto de muitos controles) e estimulou ou continuou a corrupcao como “business as usual”.

Quem esta na rua hoje, talvez nao lembre e nao viveu os acontecimentos desde 64.  Afinal a populacao, embora envelhecendo rapidamente, ainda e jovem.  Mas todo mundo sabe que nao chegamos onde queremos.  Eh muito bom ter Copa e Olimpiadas mas na realidade, os eventos (mega ou nao) expoe as fendas.  Como construir uma sociedade de mais oportunidade, de maior igualdade, de uma cordialidade real e nao mitica?  Estes sao os problemas que ainda existem.  A luta continua.

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s