O Futuro Chegou

Amanha tem eleicao.  Creio que a Dilma vai ganhar.  Nao por merito, especificamente, mas porque o Brasileiro eh essencialmente conservador e ainda nao ve o motivo ou o beneficio de uma alternancia de poder no momento.  Valeu o discurso da Dilma listando avancos tipo Pronatec, escolas tecnicas, Mais Medicos, MCMV, nivel de emprego e a promessa de manutencao dos programas sociais tipo bolsa familia.  O discurso Tucano focando principalmente a corrupcao e inflacao como pontos negativos da Dilma tem ressonancia mas o eleitor ainda nao tem confianca que Aecio e aliados sao isentos e tem a qualificacao para mudar o quadro para o melhor.  Entao na duvida, fica com a situacao.  Eh sempre a vantagem de quem ja ocupa o cargo.  O reflexo na hora eh que nao adianta votar contra que no maximo vai dar na mesma.

A politica em si eh a complexa interrelacao entre o moral e o material na distribuicao e controle do poder.  Muitas pessoas da minha geracao inicialmente apoiaram Lula e o PT como uma forca ou ideia moral.  O PT era tido como um partido ideologico com solidas credenciais de honestidade, pelo menos em comparacao com as elites da burguesia brasileira.  Salvando as execoes, o conceito de honestidade foi para agua abaixo, primeiro ao poucos, e depois rapidamente com o mensalao.  O lado do poder por si e da ganancia venceu o moral.  Ainda assim, resta entre as pessoas o ideal de redistribuicao e a ideia; de fato, tem nos ultimos anos fundamento concreto.  So que o modelo que possibilitou, tanto a roubalheira quanto a distribuicao, ja se esgotou.

O segundo mandato da Dilma sera um desafio.  Gradativamente, vao aparecer as maquiagens das contas publicas, nao vai ter dinheiro para gastar e os programas redistributivos vao sofrer.  De certa forma, Aecio perdendo agora vai sair fortalecido para 2018 na medida que o modelo da Dilma e do PT vai se acabando.  Alguns que apoiam a Dilma hoje por motivos tradicionais de esquerda (maior igualdade, maior participacao do Estado) vao comecar a enxergar os limites de expansao do Estado e o retorno negativo.  As universidades publicas, por exemplo, vao continuar carecendo de recursos e as greves ocorrerao com uma frequencia mais intensiva.  Eh possivel tambem que por volta das Olimpiadas, os manifestantes voltam as ruas reclamando as melhorias que nao vao chegar por falta de recursos e pela ma administracao.  No Brasil, gasta-se dinheiro em obras publicas como se fosse o primeiro mundo e entrega-se obras do terceiro mundo.  Uma pena porque a competencia tecnica existe.

Entao, a oposicao hoje precisa encontrar um discurso e uma realidade que vai atender, preservar e consolidar as conquistas e anseios da nova classe media.  A oposicao precisa comecar cobrar e prometer infra estrutura, escolas, saude e uma economia que funciona.  Dilma, pela falta de recursos, vai ter problemas em atender.  O que ela pode fazer para salvar sua administracao sera travar (a contragosto do partido), como promete, a investigacao e punicao da corrupcao.  Ao mesmo tempo, se ela procurar a reforma politica comecando talvez com uma nova constituinte, o fim da reeleicao, e a implantacao do voto distrital talvez consiga um saldo positivo no segundo mandato apesar da nitida piora da economia que provavelmente vira.  Com o barril de petroleo a US$80.00 o barril, ela nao pode contar muito com o pre-sal.  Com Petrobras, loteado e fatiado ela nao pode contar com produtividade de empresa.  Idem a Vale.  Com a China esfriando e voltando mais para seu mercado interno, o boom de commodities ja passou.  Sim, o Brasil pode avancar ainda muito no setor primario mas as dura penas com o novo quadro externo.  Dilma deveria reavaliar a orientacao da politica externa e comercial sul-sul.  Ela deveria pensar nos beneficios de aproveitar a boa onda de crescimento que esta vindo na America do Norte.  Para tanto, uma politica cambial favoravel a industria eh importante e provavelmente ao alcance do novo Ministro da Fazenda.

A oposicao, tanto Aecio, como o PSB e a Rede da Marina, bem como outras forcas, devem juntar e procurar o que ha de melhor (nas palavras da Sra. Silva).  Coligacoes em torno de programas pragmaticos, e fundados num comportamento diferenciado (sem corrupcao), talvez vao conquistar mais espaco entre os eleitores.  A nova classe media busca igualdade de oportunidade e regras claras que valem para todos.  O PT ofereceu um culto mas o retorno moral esta comprometido e ganho material eh declinante.  O Brasil vai ter uma economia mista de estado e mercado mas as regras precisam estar claras com isonomia.  O PT hoje nao tem clareza e nem transparencia.  Ai esta um espaco vazio que uma alternativa politica possa preencher.

Dilma vence, mas o futuro chega.

Advertisements

2 comments on “O Futuro Chegou

  1. Vejo dias muito ruins pela frente…

    Like

  2. Ju, pessoalmente nao vejo tanto motivo para pessimismo. Nem sei o resultado ainda mas o Brasil amanhece no dia seguinte e vamos aos poucos tentando fazer o melhor. Vamos ver!!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s