Esgoto e Corrupção: Rotina do Brasil

favela_pobreza

No dia a dia da política, esta difícil ver alguma solução para o Brasil. Ha uma forte tendência para fuga, alienação e desespero. Parece que falta iniciativa em todos os níveis. Convive se diariamente com alto custo de vida, falta de segurança, tiros, assaltos, falta de saúde, educação e saneamento. E os problemas não são de hoje mas são perenes e parecem que estão agravando pela falta dos recursos que foram drenados pela corrupção e má administração. Os centros de excelência de todo tipo encolheram.

Ha um paralelo entre corrupção e esgoto. Mais do que 50% da população não tem conexão a rede de esgoto e as águas usadas e os detritos poluem todos os cursos de água desde a Bahia da Guanabara ate as praias de Salvador e ainda passando pelo Rios Tiete e Arrudas em São Paulo e Belo Horizonte. Todas as obras por onde vazou dinheiro foram superfaturadas numa proporção também inaceitável. Assim ha uma ineficiência esmagadora na administração publica.

Embora o Brasil tenha resolvido o problema da fome, o pais nunca abordou com seriedade a questão do esgoto.   Sabe-se, ha muito, da necessidade de uma solução para os resíduos, da mesma forma que ha um clamor para o fim da corrupção. O problema e a desconexão entre a esfera de política, políticas publicas e a sociedade civil. O Congresso é corrupto, o estado quebrado, não há recursos para execução de obras básicas e a sociedade esta acomodada.

No Brasil, normalmente o sentimento esta sempre oscilando entre a tristeza / resignação e euforia / carnaval. A descoberta do pré-sal junto com o futebol da Copa e a conquista das Olimpíadas gerou um período de folia e ao mesmo tempo arrebentou os limites da corrupção. Na farra da expectativa da jorra do dinheiro, esqueceu se do básico da limpeza e saneamento. E com tempo a corrupção manchou a imagem do Brasil da mesma forma que as praias, as ruas e ruelas são sujas, emporcalhadas pelas fezes e detritos.

Um efeito, talvez inesperado, da redução da fome foi o aumento da obesidade. O Brasil corrompeu os corpos com a fast food industrializada da mesma forma que a industrialização da corrupção atacou o corpo do estado. As instituições já sujeitas a pressão e lógica de grandes grupos midiáticos, industriais e financeiros acabaram sucumbindo e, como disse um ex governador baiano, se lambuzaram no mel ou na fatura que se antecipava.

O que existe hoje é o povo gordo mas mal nutrido, mal educado e sem ter onde canalizar o que evacua dos excessos. Enquanto a Lava-Jato procura sanear o sistema de evasão de dinheiro, os de abaixo continuam sem segurança, sem escola e sem saneamento. Enfim, as “cagadas” continuam.

Em principio, as soluções nestas três áreas são aparentes e factíveis, mas enquanto o pais oscila entre o “não adianta” e as “coisas estão ótimas”, ninguém clama pelas nem por esgoto, escola ou polícia. As escolas publicas são abandonadas, os professores tem baixa remuneração, isto é, quando recebem e quem pode manda os filhos para a rede privada? A segurança não existe a não ser no setor privado, com alarmes, grades, cercas e “body-guards.” O que o corpo elimina continua descendo as ladeiras e chega medonho no asfalto. O Congresso por sua vez se protege e finge que o problema não é com eles. O povo sem instrução, por sua vez continua, elegendo aqueles mesmos que tem nome ou que “aparecem” na TV como do “povo” ou como os salvadores da pátria.

Talvez, algum sucesso na limpeza do mundo corporativo, as estatais, e na política poderá servir de exemplo para a limpeza sanitária. Dai, quem sabe os condenados por atos de formação de quadrilha, evasão de rendas, e roubo do dinheiro publico poderão ser condenados a prestar serviços públicos na construção e canalização daquilo que comeram e que conseqüentemente evacuaram em excesso. Não seria exemplar o ex-governador do Rio trabalhando de “picareta” ou um Senador ladrão cavando uma fossa?

Seja como for, enquanto os problemas institucionais fundamentais não são resolvidos talvez com uma nova safra de políticos e uma nova postura de seriedade e zelo pelo bem publico, o país continuará nadando literalmente no esgoto e na corrupção em que se encontra atualmente. Acorda, Brasil!

1835202e9671f7dd8d71dbc6acf31329

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s